Números irracionais na educação básica

um estudo sobre o diagnóstico da aprendizagem de números irracionais e seu ensino

Autores

  • Rafael Barros Universidade do Estado do Pará, Belém, PA, Brasil
  • Valdilene Araújo Universidade do Estado do Pará, Belém, PA, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.46550/amormundi.v2i3.95

Resumo

Esse artigo apresenta um estudo sobre o ensino e aprendizagem de Números irracionais na Educação Básica, que partiu de um diagnóstico sobre aspectos ligados ao ensino e a aprendizagem gerada por este assunto em alunos. Inicialmente formulou-se a seguinte questão de pesquisa: quais os aspectos que explicam a pouca aprendizagem de Números Irracionais no Ensino Básico? Este foi o direcionamento, que esse trabalho orientou-se para realizar esta pesquisa, cujo objetivo adotado foi realizar um diagnóstico do processo de ensino e aprendizagem de Números Irracionais conforme a concepção discente. Para isso, realizou-se uma pesquisa de cunho diagnóstico, a qual ocorreu por meio de um formulário e um teste aplicado a 83 alunos egressos dos 8º e 9º anos de uma escola pública de Belém-PA (alunos do 1º ano do Ensino Médio) para coletar dados que ajudassem a conhecer como se encontra a aprendizagem do assunto referido e algumas informações sobre como o ensino dele ocorreu. Utilizou-se importantes referências como Brasil (2017), Brasil (1998), Pommer (2012). Diante dos resultados, notou-se que embora a maioria dos alunos tenha declarado já haver estudado números irracionais o desempenho deles foi muito baixo, além do mais o ensino desse assunto ocorreu por abordagem tradicional, com isso buscou-se as possíveis causas para esse fato, levando a concluir que existem vários problemas ligados a aspectos epistemológicos do assunto de Números Irracionais que fazem professores seguir caminhos no ensino que podem gerar uma aprendizagem falha: aula com superficialidade e pouco aprofundamento ou aula com muito aprofundamento sem ser superficial.

Biografia do Autor

Rafael Barros, Universidade do Estado do Pará, Belém, PA, Brasil

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual do Pará (2019). Atualmente é mestrando do Programa de Pós-graduação em Ensino de Matemática PPGEM - UEPA

Valdilene Araújo, Universidade do Estado do Pará, Belém, PA, Brasil

Possui graduação em Licenciatura em Matemática. Atualmente é mestranda do Programa de Pós-graduação em Ensino de Matemática PPGEM - UEPA

Publicado

2021-03-31

Edição

Seção

Artigos