Teoria do caos e a não linearidade no contexto da pandemia diante da sensibilidade as ações humanas: uma reflexão sobre as mudanças educacionais

Autores

  • Alexandre Dijan Coqui Municipal de Educação do Município de Jacaraci, Jacaraci, Ba, Brasil
  • Benedito Evanberto Coqui Neto Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Candeias, BA, Brasil
  • Douglas Manoel Antonio de Abreu Pestana dos Santos Universidade Ibirapuera, São Paulo, SP, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.46550/amormundi.v2i3.87

Resumo

O que nos remete imaginar viver próximos de um filme de ficção cientifica, a partir das inúmeras mudanças ocorridas com o alto risco de contaminação causada pela Covid-19, muitas decisões contrárias aos alertas dos cientistas nos aproximam de um enredo de filmes ou web séries nessa temática. Contudo, o problema está na veracidade e no aumento exponencial de casos e óbitos. O ponto de partida desse artigo está na relação entre os conhecimentos da Física e da Matemática, no estudo da teoria do caos e das equações diferenciais ordinárias para explicar os fenômenos ocorridos desde a descoberta do vírus até a suspensão das aulas e o início do ensino remoto, contrapondo a esses fatos as diversas variáveis que alteram o estado inicial de um evento e aumentam sucessivamente alterando o resultado, supondo certos resultados de acordo as decisões anteriores. Este é o objetivo do tema: relacionar os eventos e as deliberações para compreender o estado atual no Brasil, levando a discussão alguns estudos e pesquisas que possibilitem fundamentar o nosso trabalho. Para isso, a análise de fatos tanto na realidade quanto na ficção, servem para criar uma analogia do contexto atual, as interferências iniciais e como elas influenciaram no resultado final. Esse artigo não é um ponto final, mas um alerta para as futuras ações e como elas terão o poder de intervir no futuro da educação no Brasil.    

 

 

Biografia do Autor

Alexandre Dijan Coqui, Municipal de Educação do Município de Jacaraci, Jacaraci, Ba, Brasil

Secretário Municipal de Educação do Município de Jacaraci – Ba e Coordenador de Polo UAB. É Professor formado em Pedagogia e Letras. Especialista em Gestão Educacional pela Universidade Federal de Santa Maria. Especialista em Ciências da Linguagem com ênfase em EaD pela Universidade Federal da Paraíba.

Benedito Evanberto Coqui Neto, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Candeias, BA, Brasil

Graduando em Licenciatura em Física pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Douglas Manoel Antonio de Abreu Pestana dos Santos, Universidade Ibirapuera, São Paulo, SP, Brasil

Membro da Rede Nacional da Ciência para a Educação- CPe Membro da Associação Brasileira de Autoimunidade Docente Pesquisador em Educação e Neurociência aplicada ABEPEE- Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial UNESP Associado(a) na categoria de Profissional, Nº de matrícula 15713, da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (SBNeC) USP, filiada no Brasil, à Federação das Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE), à Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e no exterior, à International Brain Research Organization (IBRO) e à Federação das Associações Latino Americanas e do Caribe de Neurociências Student Membership International Society for Telemedicine and eHealth -EUA e Membro da ABTms - Associação Brasileira de Telemedicina e Telessaúde. 

Publicado

2021-03-31

Edição

Seção

Artigos